Notícias

Minerva Foods divulga relatório de sustentabilidade

Clipping
Publicado em 27 de Agosto de 2020

Em sua nona edição,o relatório da companhia mostra uma redução de 6,5% no consumo de água por tonelada de produto acabado.

A Minerva Foods, uma das maiores empresas de exportação de carne bovina na América do Sul, lançou nesta quarta-feira (26/8) o seu relatório de sustentabilidade de 2019. No ano, a companhia alcançou uma receita bruta de R$ 18,2 bilhões, alta de 5,6% na comparação com 2018 e mesmo percentual de aumento da receita líquida na base anual, que alcançou R$ 17,1 bilhões.

Em sua nona edição, o relatório da companhia mostra uma redução de 6,5% no consumo de água por tonelada produzida e 5% em energia elétrica. A empresa reciclou cerca de 2,9 mil toneladas de resíduos sólidos no Brasil. Considerando todas as suas plantas na América do Sul, também promoveu a redução de 41% nas emissões de GEE (Gases de Efeito Estufa).

Rastreabilidade

Na rastreabilidade da cadeia da carne bovina, a Minerva realça o mapeamento de cerca de 9 milhões de hectares e o monitoramento de aproximadamente 9 mil fornecedores na Amazônia. No mesmo período, cerca de 2,4 mil fornecedores da empresa foram bloqueados por descumprimento aos critérios socioambientais. A companhia, pelo sétimo ano consecutivo, foi definida como uma empresa 100% em conformidade na auditoria do Compromisso Público da Pecuária. No ano passado, a Minerva Foods também passou a integrar a Mesa Global de Carne Sustentável (Global Roundtable for Sustainable Beef), que tem por objetivo desenvolver estratégias na produção de carnes, priorizando fontes naturais, comunidades e bem-estar animal.

Fernando Galleti de Queiroz, CEO da Minerva Foods

“Oferecemos ao mercado um sistema de rastreabilidade com monitoramento geoespacial que nos garante 100% de conformidade ambiental, trabalhista e regularidade fundiária na carteira de fornecedores no bioma Amazônia, condição muito exigida pelos investidores em 2019 e que deverá se manter em razão da importância da região para o planeta,” diz Fernando Galletti de Queiroz, CEO da Minerva.

Taciano Custódio, diretor de sustentabilidade da Minerva Foods

“A ideia é ampliar cada vez mais os esforços e investimentos em sustentabilidade e inovação, aperfeiçoando o modelo de negócios com foco em critérios socioambientais“, afirma Taciano Custodio, diretor de sustentabilidade da Minerva Foods.

Balanço consolidado

Em números, foram abatidos 3,5 milhões de bovinos, avanço de 3,4% em relação a 2018. Desse total, cerca de 1,7 milhão foram de abates no Brasil, crescimento de 5,1% na comparação com 2018. O índice de utilização de capacidade foi 76,7%.

Já o volume de vendas registrou expansão de 6,8% em relação a 2018, fechando em 1.158,6 mil toneladas. Do Brasil saíram 607,9 mil toneladas, crescimento de 4,7% em relação ao ano anterior.

Tanto no Brasil quanto na Athena Foods, subsidiária que atua na Argentina, no Chile, na Colômbia, no Paraguai e no Uruguai, os resultados foram impulsionados pelo aumento das importações de mercados emergentes, em especial a China. De acordo com a companhia, 46% da receita das exportações da Athena Foods tiveram a Ásia como destino, um aumento de 10% ante 2018. No caso do Brasil, a Ásia representou 39% da receita do ano, 12% acima de 2018. De todo o complexo da companhia, 7 unidades estão habilitadas à exportação: três no Brasil, três no Uruguai e uma na Argentina, totalizando capacidade de abate de cerca de 10 mil animais por dia.

Clique aqui para acessar na íntegra o Relatório de Sustentabilidade 2019 da Minerva Foods.

Fonte: Agrolink